Associação de Atletismo da Guarda

Imprimido em 19-04-2018 12:32:13
Associação de Atletismo da Guarda
Edição de 16-10-2009
Versão original em: http://www.aag.pt/index.asp?idEdicao=56&id=2349&idSeccao=452&Action=noticia

SECÇÃO: Noticias

18 Janeiro 2010
Curso de Formação de Técnicos de Marcha e Corrida

Participação de António Fragoso

Foto

Numa iniciativa conjunta do Instituto de Desporto de Portugal, Federação Portuguesa de Atletismo e Faculdade de Desporto da Universidade do Porto foi lançado em 13 de Setembro de 2009, no Algarve (Vila de Bensafrim - Concelho de Lagos), o Programa Nacional de Marcha e Corrida.

O III Curso de Formação de Técnicos de Marcha e Corrida decorreu de 11 a 15 de Janeiro de 2010 das 09h00’ às 13h00’ e das 14h30’ às 18h30’, na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, e contou com a participação de António Fragoso.

Com o envolvimento de 10 Prelectores ligados ao Desporto e à Saúde este Curso encontrava-se organizado sobre a forma de Blocos independentes, com Temas distintos, pelo que a participação em cada bloco era de carácter obrigatória, tendo-se debruçado sobre os seguintes Temas principais:
(i) Noções organizativas do Programa Nacional de Marcha e Corrida; (ii) Caracterização dos níveis de saúde dos praticantes, factores impeditivos de prática e cuidados na prescrição do treino; (iii) Prevenção de lesões; (iv) Trabalho de reforço muscular e proprioceptivo; (v) A Obesidade e a prática da marcha e corrida; (vi) Procedimentos nacionais do programa a adoptar por cada Centro de Marcha e Corrida; (vii) Utilização de meios naturais para o treino da força; (viii) Benefícios da prática desportiva no aparelho respiratório; (ix) Recuperação de problemas musculares e articulares; (x) A prática desportiva em pessoas com problemas cardiovasculares; (xi) A organização de eventos; (xii) O envelhecimento e a prática desportiva; (xiii) Treino aeróbio; (xiv) Estratégias para apresentação da marcha e corrida de uma forma lúdica e atractiva; (xv) Interpretação simplificada de alguns indicadores médicos; (xvi) Conselhos nutricionais; (xvii) Actividades desportivas complementares; (xviii) Controlo de intensidades no treino aeróbio; (xix) Avaliação contínua dos técnicos de marcha e corrida; (xx) O cancro e a prática desportiva; (xxi) A ingestão de medicamentos e a prática desportiva; (xxii) A utilização de cardio-frequencímetros e monitores de GPS no treino de marcha e corrida.


António Fragoso foi um dos Técnicos formado neste Curso pelo que se encontra devidamente certificado, pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, Instituto de Desporto de Portugal e Federação Portuguesa de Atletismo, para poder exercer a função de Técnico de Marcha e Corrida.


Se está interessado em saber mais sobre o Programa Nacional de Marcha e Corrida procure informações em: http://www.marchaecorrida.pt ou http://www.idesporto.pt/marchaecorrida/default.aspx


Por: Associação de Atletismo da Guarda

© Associação de Atletismo da Guarda - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt. Email da AAG: aaguarda@aag.pt.

Fechar